1 de julho de 2010

Relax

Eu sei que eu deveria estar fazendo meu trabalho de Geografia sobre os problemas da região metropolitana do Rio de Janeiro. Eu sei que eu deveria estar estudando para o meu seminário de sociologia sobre a lei 11.645 sobre o ensino obrigatório de história e cultura indígenas e afro-brasileiras. Sei que eu deveria fazer meu dever de termoquímica, de biologia ou de literatura.

Mas cansei. Quero dizer, a gente pode cansar de vez em quando, não pode? Pelo menos poderia, certo?

Hoje eu estava conversando com Vivi durante a aula de aprofundamento e percebemos as sensações de vazio que se apossaram de nosso ser. Ou pelo menos do meu. Ah, mas ela disse que do dela também, então acho que tá certo.

O fato é que a gente estuda, estuda, estuda, e não sente confiança no nosso estudo. Sabe como é, nunca é suficiente. E bem, se a gente simplesmente jogar tudo pro alto (ai, que vontade de fazer isso!) a gente vai ficar com a consciência pesada e não vai conseguir sair e se divertir como doidinhas de 17 anos. Oh, céus, oh, vida!


http://www.juniao.com.br/weblog/archives/vestibular.jpg

Nesse dilema, eu me sinto, como dizer, incompleta. Nada do que eu quero fazer, eu consigo fazer o suficiente. Dá uma sensação de vazio. Outra coisa: se eu não estivesse com essa sensação de vazio, estaria o quê, completa? O oposto de vazio é cheio, mas ninguém fala coisas como "quero me sentir cheia". Bem, porque 'cheia' é gorda, deve ser. Droga de vida.

Calma, eu não estou tão revoltada. Quero dizer, a minha vida não é tão horrível não. Você já leu " A cidade do Sol?". A vida daquelas protagonistas é que é horrível. Tipo assim, seu marido querer te matar e o governo autorizá-lo a isso não deve ser muito bom. Principalmente se você casou forçada com um velho nojento feioso malvado. Deixa pra lá.

E sobre o que poderíamos falar, já que estou sem idéias, assunto, ou seja lá o que for? Passei aqui só para não deixar o blog largado. Li uma vez que mais de 50% dos blogs terminam em seu primeiro ano. Como eu não quero cair nessas deprimentes estatísticas (pouco provável, apesar de que, mesmo longe, amo isso), cá estou eu.

E sobre o que postar? Hein, hein? Vou pesquisar um assunto...

(após alguns minutos)

Pronto, fui no google e digitei o que eu mais quero no momento: "relaxar".
Então fiquei pensando, o que é relaxar? Bem, acho que o relaxamento total é a morte. Ou não. Nunca morri pra saber. E se morri (vai que existe reencarnação?) eu não lembro.

Tá, mas relaxando...

foto de: http://imagens.kboing.com.br/papeldeparede/1333relax.jpg

Vejamos o exemplo deste baby. Estaria ele relaxado? Ou é uma menina? Meu, esse bebê tem cara de menina! Tá, mas chamemos de bebê. Não creio que está realmente relaxado. O bebê também tem problemas. É altamente dependente. Gente, ele não sabe ler, escrever, andar, nadar, tem suas buchechas constantemente apertadas, toma leite materno ( eu não lembro do gosto, afinal, tomei há 17 anos, mas não deve ser muito gostoso. Tenho certeza que pizza é melhor). Ele nem pode ir ao banheiro, precisa usar fraldas.  Gente, isso é muito TENSO!


E essa mulher, será que relaxa tomando esse banho de banheira? ( por falar em banheira, vocês acreditam que eu nunca tomei banho de banheira - exceto quando bebê, óbvio - e essa sempre foi minha vontade? Um dia ainda vou ter uma, onde vou relaxar...). Talvez não. Ela pode estar pensando que vai gastar um dinheirão nesse spa e no quanto ela foi burra de primeiro escovar e trançar o cabelo, o que impede que ela entre de cabeça ( sem trocadilho, por favor) naquela água quentinha e cheirosa. Talves pense que tem que ficar com a pele ótima, antes que o marido a troque pela secretária (isso se já não o fez).

Bem, e para que eu, Luma Beatriz, relaxasse, o que precisaria?

1 - Grana. Tô precisando. Mesmo. Um prêmio de loteria seria bem vindo. Acho que uns R$ 8 milhões seriam o suficiente.


2 - Ah, uma casa bem grande, algo como um chalé de madeira, com uma plantação de girassóis ao fundo ( apesar das minhas flores preferidas serem as rosas brancas, me amarro em plantações de girassóis), e um baita gramado, onde eu deitaria e ficaria tomando sol. A temperatura estaria em torno de uns 25ºC (mais ou menos o que Niterói nos oferece nessa época do ano) e eu estaria com uma camisa de mangas compridas, calça jeans ( eu amo macacão jeans, mas nem ouso usar um, fico horrenda nisso), meias soquete e tenis, deitada na grama, adquirindo toda a energia luminosa para o meu ser. Ah, seria a minha casa, e eu poderia ficar ali por um bom tempo.




3 - Estar garantida na faculdade de medicina. Ah, como eu estaria mais tranquila! Saber que superei 50 candidatos por vaga deve ser emocionante.


4 - Ter uma estante com TODOS os chick-lits do mundo. Eu poderia ler o que eu quisesse, quando quisesse.

5 - Ter todos os filmes do mundo num acervo. Principalmente clássicos e comédias românticas. Eu disse TODOS! 

6 - Meu cabelo ser perfeito, sem nenhum frizz, com cachos definidos. 

7 - Comer lasanha à bolonhesa, nhoque, chocolate. Beber Sprite e água de côco. E minha saúde não sofrer nenhum dano por isso.



8 - Ter certeza de que todas as pessoas que eu amo estão bem. E que o mundo está em paz.


9 - Estar casada com o Matthew Mcconaughey. Claro que nos meus planos ele não está mais com a mulher dele e só tem olhos pra mim.



E é por coisas assim que eu sei que relaxar, relaxar mesmo, é muuuuuuito difícil. De qualquer forma, uma boa noite de sono já ajuda.

beeeeijos.

2 comentários:

  1. Olá Luma!

    estive bisbilhotando por aqui, férias me chegaram da uerj, e lembrei dos blogs legais que conheci e vim passear por um deles.....
    =D

    enfim, venho garantirte que vc não precisa de nada dessa lista daí, talvez o #8 seja importante, mas en fait vc nunca vai saber se todos estamos realmente bem (nunca se sabe o que se rola entre 4 paredes, mas vc pode colocar uma câmera; na mente de uma pessoa, isso já não é possível).

    pode ter certeza que daqui a pouco vc vai ser duas vezes mais cobrada, ainda que vc esteja apenas estudando aquilo q goste, mas a responsabilidade cresce numa exponencial absurda, e é mt engraçado lembrar do passado com todas as baboseiras e tempos não-livres que foram ocupados com alguma distração idiota.....

    ri um bocado ao ler teu desabafo, às xs me sinto assim tbm. acontece. a vidda tá passando, e eu aqui podia estar dormindo, mas foi legal ter vindo aqui!

    bjobas! relaxa!

    ResponderExcluir
  2. preciso falar que esse é o meu post favorito de todos os post de todos os blogs?
    caramba Luma, eu amei muito!
    poxa, que saudades.

    ResponderExcluir

1 de julho de 2010

Relax

Eu sei que eu deveria estar fazendo meu trabalho de Geografia sobre os problemas da região metropolitana do Rio de Janeiro. Eu sei que eu deveria estar estudando para o meu seminário de sociologia sobre a lei 11.645 sobre o ensino obrigatório de história e cultura indígenas e afro-brasileiras. Sei que eu deveria fazer meu dever de termoquímica, de biologia ou de literatura.

Mas cansei. Quero dizer, a gente pode cansar de vez em quando, não pode? Pelo menos poderia, certo?

Hoje eu estava conversando com Vivi durante a aula de aprofundamento e percebemos as sensações de vazio que se apossaram de nosso ser. Ou pelo menos do meu. Ah, mas ela disse que do dela também, então acho que tá certo.

O fato é que a gente estuda, estuda, estuda, e não sente confiança no nosso estudo. Sabe como é, nunca é suficiente. E bem, se a gente simplesmente jogar tudo pro alto (ai, que vontade de fazer isso!) a gente vai ficar com a consciência pesada e não vai conseguir sair e se divertir como doidinhas de 17 anos. Oh, céus, oh, vida!


http://www.juniao.com.br/weblog/archives/vestibular.jpg

Nesse dilema, eu me sinto, como dizer, incompleta. Nada do que eu quero fazer, eu consigo fazer o suficiente. Dá uma sensação de vazio. Outra coisa: se eu não estivesse com essa sensação de vazio, estaria o quê, completa? O oposto de vazio é cheio, mas ninguém fala coisas como "quero me sentir cheia". Bem, porque 'cheia' é gorda, deve ser. Droga de vida.

Calma, eu não estou tão revoltada. Quero dizer, a minha vida não é tão horrível não. Você já leu " A cidade do Sol?". A vida daquelas protagonistas é que é horrível. Tipo assim, seu marido querer te matar e o governo autorizá-lo a isso não deve ser muito bom. Principalmente se você casou forçada com um velho nojento feioso malvado. Deixa pra lá.

E sobre o que poderíamos falar, já que estou sem idéias, assunto, ou seja lá o que for? Passei aqui só para não deixar o blog largado. Li uma vez que mais de 50% dos blogs terminam em seu primeiro ano. Como eu não quero cair nessas deprimentes estatísticas (pouco provável, apesar de que, mesmo longe, amo isso), cá estou eu.

E sobre o que postar? Hein, hein? Vou pesquisar um assunto...

(após alguns minutos)

Pronto, fui no google e digitei o que eu mais quero no momento: "relaxar".
Então fiquei pensando, o que é relaxar? Bem, acho que o relaxamento total é a morte. Ou não. Nunca morri pra saber. E se morri (vai que existe reencarnação?) eu não lembro.

Tá, mas relaxando...

foto de: http://imagens.kboing.com.br/papeldeparede/1333relax.jpg

Vejamos o exemplo deste baby. Estaria ele relaxado? Ou é uma menina? Meu, esse bebê tem cara de menina! Tá, mas chamemos de bebê. Não creio que está realmente relaxado. O bebê também tem problemas. É altamente dependente. Gente, ele não sabe ler, escrever, andar, nadar, tem suas buchechas constantemente apertadas, toma leite materno ( eu não lembro do gosto, afinal, tomei há 17 anos, mas não deve ser muito gostoso. Tenho certeza que pizza é melhor). Ele nem pode ir ao banheiro, precisa usar fraldas.  Gente, isso é muito TENSO!


E essa mulher, será que relaxa tomando esse banho de banheira? ( por falar em banheira, vocês acreditam que eu nunca tomei banho de banheira - exceto quando bebê, óbvio - e essa sempre foi minha vontade? Um dia ainda vou ter uma, onde vou relaxar...). Talvez não. Ela pode estar pensando que vai gastar um dinheirão nesse spa e no quanto ela foi burra de primeiro escovar e trançar o cabelo, o que impede que ela entre de cabeça ( sem trocadilho, por favor) naquela água quentinha e cheirosa. Talves pense que tem que ficar com a pele ótima, antes que o marido a troque pela secretária (isso se já não o fez).

Bem, e para que eu, Luma Beatriz, relaxasse, o que precisaria?

1 - Grana. Tô precisando. Mesmo. Um prêmio de loteria seria bem vindo. Acho que uns R$ 8 milhões seriam o suficiente.


2 - Ah, uma casa bem grande, algo como um chalé de madeira, com uma plantação de girassóis ao fundo ( apesar das minhas flores preferidas serem as rosas brancas, me amarro em plantações de girassóis), e um baita gramado, onde eu deitaria e ficaria tomando sol. A temperatura estaria em torno de uns 25ºC (mais ou menos o que Niterói nos oferece nessa época do ano) e eu estaria com uma camisa de mangas compridas, calça jeans ( eu amo macacão jeans, mas nem ouso usar um, fico horrenda nisso), meias soquete e tenis, deitada na grama, adquirindo toda a energia luminosa para o meu ser. Ah, seria a minha casa, e eu poderia ficar ali por um bom tempo.




3 - Estar garantida na faculdade de medicina. Ah, como eu estaria mais tranquila! Saber que superei 50 candidatos por vaga deve ser emocionante.


4 - Ter uma estante com TODOS os chick-lits do mundo. Eu poderia ler o que eu quisesse, quando quisesse.

5 - Ter todos os filmes do mundo num acervo. Principalmente clássicos e comédias românticas. Eu disse TODOS! 

6 - Meu cabelo ser perfeito, sem nenhum frizz, com cachos definidos. 

7 - Comer lasanha à bolonhesa, nhoque, chocolate. Beber Sprite e água de côco. E minha saúde não sofrer nenhum dano por isso.



8 - Ter certeza de que todas as pessoas que eu amo estão bem. E que o mundo está em paz.


9 - Estar casada com o Matthew Mcconaughey. Claro que nos meus planos ele não está mais com a mulher dele e só tem olhos pra mim.



E é por coisas assim que eu sei que relaxar, relaxar mesmo, é muuuuuuito difícil. De qualquer forma, uma boa noite de sono já ajuda.

beeeeijos.

2 comentários:

  1. Olá Luma!

    estive bisbilhotando por aqui, férias me chegaram da uerj, e lembrei dos blogs legais que conheci e vim passear por um deles.....
    =D

    enfim, venho garantirte que vc não precisa de nada dessa lista daí, talvez o #8 seja importante, mas en fait vc nunca vai saber se todos estamos realmente bem (nunca se sabe o que se rola entre 4 paredes, mas vc pode colocar uma câmera; na mente de uma pessoa, isso já não é possível).

    pode ter certeza que daqui a pouco vc vai ser duas vezes mais cobrada, ainda que vc esteja apenas estudando aquilo q goste, mas a responsabilidade cresce numa exponencial absurda, e é mt engraçado lembrar do passado com todas as baboseiras e tempos não-livres que foram ocupados com alguma distração idiota.....

    ri um bocado ao ler teu desabafo, às xs me sinto assim tbm. acontece. a vidda tá passando, e eu aqui podia estar dormindo, mas foi legal ter vindo aqui!

    bjobas! relaxa!

    ResponderExcluir
  2. preciso falar que esse é o meu post favorito de todos os post de todos os blogs?
    caramba Luma, eu amei muito!
    poxa, que saudades.

    ResponderExcluir