22 de agosto de 2012

La Familia

Sabe, eu creio que todas as famílias são especiais. Algumas são fofas, outras confusas mas... nunca, nunca, nenhuma será tão sem noção quanto a minha. Sinto que Deus me enviou pra cá pra tentar colocar um cadinho de juízo na cabecinha de cada um. Quero dizer, tenho uma bisavó que parece a Dercy Gonçalves, um avó que parece seu Xalita, um pai que parece Michael Kyle e uma mãe que é idêntica a Rochelle. Meu irmão é mais interesseiro que Cory, irmão de Raven, e minha tia tem uma imaginação.... parece até a mãe do Barney, de How I met yout Mother! (sim, nessa greve eu tenho assistido a mts séries).

E quando a gente tem uma família enorme que conta com uma tia solteirona, uma tia reclamona, uma tia imaginativa, uma mãe pobre-soberba, um pai que viaja total, um avô apaixonado por sexo, uma bisa que adora falar sacanagem, um tio brincalhão, e nenhum deles tem dinheiro, a coisa começa a partir pro campo da loucura. E eis eu, uma criatura, linda, iluminada, ajuízada.

Daí resolvi falar de alguns personagens de minha família. Sem problemas, só quem lê meu blog é minha mãe, e de vez em quando.

Mamãe:
A encarnação da Rochelle. Sim, ela vai ficar puta, digo, revoltada quando ler isso. Mas mamãe é do tipo que adora ostentar, é como pobre-soberba. Por exemplo, ela não admite encontrar pessoas que estudaram com ela sem estar com as unhas impecáveis. Quero dizer, nem a Ana Hickman fica 24 hs com as unhas impecáveis! Mas pra mamãe ter unhas pintadas com base é sinal de estar falida. É, não faz sentido. Se eu coloco um tipo de roupa pra sair ela já fala logo: " está louca? você está indo na padaria? Mas que sem graça!".
Não culpo mamãe, ela puxou a vovó. Segundo mamãe, uma vez elas estavam no Supermercado quando minha avó viu uma conhecida da cidade dela de longe. Jogou no carrinho muitas embalagens de leite condensado, Coca-Cola, sorvete. Mamãe ficou com uma interrogação na cabeça. Vovó passou pela mulher, cumprimentou, e quando a conhecida saiu do mercado jogou tudo de volta nas prateleiras.

Mamãe também faz o tempo render absurdamente. Mais que o pai do Chris. Ela tem dois empregos, faz faculdade e cuida da casa.

Papai:
Papai é doente. Hipocondríaco toda a vida, toma zilhões de remédios desnecessariamente. Por exemplo, todos os dias ao acordar ele toma uma neosaldina antes que sinta dor de cabeça. Não, ele não me escuta quando falo sobre medicamentos e como eles viciam.
Papai também tem um complexo de cercar todas as possibilidades. Por exemplo, todos os dias quando saio de casa ele me diz pra sentar no meio do onibus, nem na frente, nem no fundo. Afinal, se o onibus bater de frente ou na traseira estou a salvo. Ontem eu brinquei com ele: "é pai, mas e se for num cruzamento..." Ele me olhou e disse que cruzamento atinge qualquer lugar do ônibus. Ou seja, só teria 33% de chance de ser atingida em um dos tipo de acidente. Muito otimista, pai.

Teco: 
Meu irmão é louco, engraçado toda vida. Implicante, de vez em quando baixa um Adalto (de Av. Brasil) e solta umas verdades que não fazem lá muito sentido. Extremamente interesseiro, só gosta de tudo o que é do bom e do melhor. Não é à toa que seus pertences não são numerosos. Não somos ricos.

Vovó Pomposa:
Uma figuraça. Mãe da mãe da minha mãe,dona Maria Pomposa (sim, Pomposa é nome!) adora falar palavrões, sacanagem e fuma 40 cigarros por dia desde os 14 anos ( ela tem 87). Pão dura, adora arrumar uma confusão.
Certa vez mamãe e vovó Pomposa estavam no mercado de peixe de Niteroi, um dos mais famosos do país. Estavam escolhendo peixe enquanto uma mulher enfiou a mão no bolso de vovó e pegou seu dinheiro. Vovó agarrou o braço da mulher e...

ATENÇÃO, AS PALAVRAS ABAIXO USADAS SÃO DE BAIXO CALÃO. SE QUER MANTER SUA MENTE PURA, PULE PARA O PRÓXIMO PARENTE.

- Sua piranha! Quem você pensa que é pra me roubar?
Forma-se um círculo em volta.
- E você, sua palerma, não vai me defender? - vovó falou pra mamãe.
Mamãe continuou estatica.
- Puta que pariu! Tu não serve pra nada mesmo! Anda, sua puta, devolve meu dinheiro!
Minha vó empurrou a ladra pra longe e todas as pessoas que circulavam no mercado expulsaram a mulher dali e lançaram sorrisos de apoio à vovó.
- Porra, Luciana, fica esperta!  - vovó disse para mamãe e continuou às compras como se nada tivesse acontecido.

Tia Giovana
 Mais que louca. A irmã mais velha da minha mãe é extremamente exagerada. Ela conta para as minhas priminhas historias de monstros duvidosos, como o homem que transforma as crianças em lâmpada, o homem que tranforma crianças em botijões de gás e o lagarto que come as próprias patas. Minha tia diz que conversa com gente morta e que a gente nunca deve beijar um cara sem saber se ele tem alguma cárie antes. Da última vez que ela veio aqui ela apontou da janela pra um motel que fica aqui perto e falou que costumava ir ali com meu tio quando era solteira. Detalhe, as filhinhas puritanas dela estavam no recinto.
Agora, se você acha que acabou por aí, nada disso. Minha tia, que embora fosse uma das moças mais bonitas da cidade dela nos anos 80( até hoje vovó Pomposa não se recuperou de tia Giovana não ter sido eleita Miss Cachoeiras de Macacu), é compradora compulsiva e dá aulas de matemática todos os dias da semana, de manhã, à tarde E à noite. E faz congelados pra fora.

Tia Nina
 Embora o verdadeiro nome da irmã caçula de papai seja Lucia, ngm chama tia Nina de Lucia. Ela tem 40 e poucos anos e mora com vovó ainda. Ela reclama que todo mundo é feliz, tem marido e filhos, menos ela. Quando a gente sugere que ela volte a estudar pra conhecer mais pessoas ( e quem sabe o tão sonhado marido) ela diz que está velha pra isso. Quando a gente fica estimulando-a a fazer um curso profissionalizante e trabalhar, ela fica dando pra trás.
Teve uma vez em que a gente foi lá e ela disse pra minha mãe que estava pensando em fazer um curso de depilação. Mamãe ficou toda feliz: " Que bom Nina, você vai poder trabalhar, ganhar seu dinheiro, conhecer pessoas..." Minha tia cortou mamãe: " Luciana? eu estava pensando em fazer o curso pra Eu ME depilar, tá?"
Desse dia em diante, desisti da minha tia.

Outro dia eu continuo,vcs devem estar cansados, hehe.

beijos.

ps.: e vc, qual o seu parente insano?

Um comentário:

  1. HAHah muito engraçado!! Meus parentes tbm são bem doidos. Gostei demais, continue postando e boa sorte com la família ;]

    ResponderExcluir

22 de agosto de 2012

La Familia

Sabe, eu creio que todas as famílias são especiais. Algumas são fofas, outras confusas mas... nunca, nunca, nenhuma será tão sem noção quanto a minha. Sinto que Deus me enviou pra cá pra tentar colocar um cadinho de juízo na cabecinha de cada um. Quero dizer, tenho uma bisavó que parece a Dercy Gonçalves, um avó que parece seu Xalita, um pai que parece Michael Kyle e uma mãe que é idêntica a Rochelle. Meu irmão é mais interesseiro que Cory, irmão de Raven, e minha tia tem uma imaginação.... parece até a mãe do Barney, de How I met yout Mother! (sim, nessa greve eu tenho assistido a mts séries).

E quando a gente tem uma família enorme que conta com uma tia solteirona, uma tia reclamona, uma tia imaginativa, uma mãe pobre-soberba, um pai que viaja total, um avô apaixonado por sexo, uma bisa que adora falar sacanagem, um tio brincalhão, e nenhum deles tem dinheiro, a coisa começa a partir pro campo da loucura. E eis eu, uma criatura, linda, iluminada, ajuízada.

Daí resolvi falar de alguns personagens de minha família. Sem problemas, só quem lê meu blog é minha mãe, e de vez em quando.

Mamãe:
A encarnação da Rochelle. Sim, ela vai ficar puta, digo, revoltada quando ler isso. Mas mamãe é do tipo que adora ostentar, é como pobre-soberba. Por exemplo, ela não admite encontrar pessoas que estudaram com ela sem estar com as unhas impecáveis. Quero dizer, nem a Ana Hickman fica 24 hs com as unhas impecáveis! Mas pra mamãe ter unhas pintadas com base é sinal de estar falida. É, não faz sentido. Se eu coloco um tipo de roupa pra sair ela já fala logo: " está louca? você está indo na padaria? Mas que sem graça!".
Não culpo mamãe, ela puxou a vovó. Segundo mamãe, uma vez elas estavam no Supermercado quando minha avó viu uma conhecida da cidade dela de longe. Jogou no carrinho muitas embalagens de leite condensado, Coca-Cola, sorvete. Mamãe ficou com uma interrogação na cabeça. Vovó passou pela mulher, cumprimentou, e quando a conhecida saiu do mercado jogou tudo de volta nas prateleiras.

Mamãe também faz o tempo render absurdamente. Mais que o pai do Chris. Ela tem dois empregos, faz faculdade e cuida da casa.

Papai:
Papai é doente. Hipocondríaco toda a vida, toma zilhões de remédios desnecessariamente. Por exemplo, todos os dias ao acordar ele toma uma neosaldina antes que sinta dor de cabeça. Não, ele não me escuta quando falo sobre medicamentos e como eles viciam.
Papai também tem um complexo de cercar todas as possibilidades. Por exemplo, todos os dias quando saio de casa ele me diz pra sentar no meio do onibus, nem na frente, nem no fundo. Afinal, se o onibus bater de frente ou na traseira estou a salvo. Ontem eu brinquei com ele: "é pai, mas e se for num cruzamento..." Ele me olhou e disse que cruzamento atinge qualquer lugar do ônibus. Ou seja, só teria 33% de chance de ser atingida em um dos tipo de acidente. Muito otimista, pai.

Teco: 
Meu irmão é louco, engraçado toda vida. Implicante, de vez em quando baixa um Adalto (de Av. Brasil) e solta umas verdades que não fazem lá muito sentido. Extremamente interesseiro, só gosta de tudo o que é do bom e do melhor. Não é à toa que seus pertences não são numerosos. Não somos ricos.

Vovó Pomposa:
Uma figuraça. Mãe da mãe da minha mãe,dona Maria Pomposa (sim, Pomposa é nome!) adora falar palavrões, sacanagem e fuma 40 cigarros por dia desde os 14 anos ( ela tem 87). Pão dura, adora arrumar uma confusão.
Certa vez mamãe e vovó Pomposa estavam no mercado de peixe de Niteroi, um dos mais famosos do país. Estavam escolhendo peixe enquanto uma mulher enfiou a mão no bolso de vovó e pegou seu dinheiro. Vovó agarrou o braço da mulher e...

ATENÇÃO, AS PALAVRAS ABAIXO USADAS SÃO DE BAIXO CALÃO. SE QUER MANTER SUA MENTE PURA, PULE PARA O PRÓXIMO PARENTE.

- Sua piranha! Quem você pensa que é pra me roubar?
Forma-se um círculo em volta.
- E você, sua palerma, não vai me defender? - vovó falou pra mamãe.
Mamãe continuou estatica.
- Puta que pariu! Tu não serve pra nada mesmo! Anda, sua puta, devolve meu dinheiro!
Minha vó empurrou a ladra pra longe e todas as pessoas que circulavam no mercado expulsaram a mulher dali e lançaram sorrisos de apoio à vovó.
- Porra, Luciana, fica esperta!  - vovó disse para mamãe e continuou às compras como se nada tivesse acontecido.

Tia Giovana
 Mais que louca. A irmã mais velha da minha mãe é extremamente exagerada. Ela conta para as minhas priminhas historias de monstros duvidosos, como o homem que transforma as crianças em lâmpada, o homem que tranforma crianças em botijões de gás e o lagarto que come as próprias patas. Minha tia diz que conversa com gente morta e que a gente nunca deve beijar um cara sem saber se ele tem alguma cárie antes. Da última vez que ela veio aqui ela apontou da janela pra um motel que fica aqui perto e falou que costumava ir ali com meu tio quando era solteira. Detalhe, as filhinhas puritanas dela estavam no recinto.
Agora, se você acha que acabou por aí, nada disso. Minha tia, que embora fosse uma das moças mais bonitas da cidade dela nos anos 80( até hoje vovó Pomposa não se recuperou de tia Giovana não ter sido eleita Miss Cachoeiras de Macacu), é compradora compulsiva e dá aulas de matemática todos os dias da semana, de manhã, à tarde E à noite. E faz congelados pra fora.

Tia Nina
 Embora o verdadeiro nome da irmã caçula de papai seja Lucia, ngm chama tia Nina de Lucia. Ela tem 40 e poucos anos e mora com vovó ainda. Ela reclama que todo mundo é feliz, tem marido e filhos, menos ela. Quando a gente sugere que ela volte a estudar pra conhecer mais pessoas ( e quem sabe o tão sonhado marido) ela diz que está velha pra isso. Quando a gente fica estimulando-a a fazer um curso profissionalizante e trabalhar, ela fica dando pra trás.
Teve uma vez em que a gente foi lá e ela disse pra minha mãe que estava pensando em fazer um curso de depilação. Mamãe ficou toda feliz: " Que bom Nina, você vai poder trabalhar, ganhar seu dinheiro, conhecer pessoas..." Minha tia cortou mamãe: " Luciana? eu estava pensando em fazer o curso pra Eu ME depilar, tá?"
Desse dia em diante, desisti da minha tia.

Outro dia eu continuo,vcs devem estar cansados, hehe.

beijos.

ps.: e vc, qual o seu parente insano?

Um comentário:

  1. HAHah muito engraçado!! Meus parentes tbm são bem doidos. Gostei demais, continue postando e boa sorte com la família ;]

    ResponderExcluir