14 de agosto de 2011

Daddy

Eu sei que é tarde, mas ainda assim é antes de meia noite, o que me dá o direito de dizer: FELIZ DIA DOS PAIS!

ê, que gracinha esses papais que são tão importantes pra nós, né não?

E estou aqui pra falar que eu amo muito muito muito mesmo esse paizão que eu tenho. Mesmo que ele me chame de gorda, diga que se eu beber muita água  terei meu estômago "delatado" e que diz que eu me visto como uma velha de 40 anos. Esse papai que acorda cedo pra tomar suco de tomate, se alongar e dizer que é natureba pra logo depois tomar café, comer queijo amarelo e quem sabe, no fim da tarde tomar aquela cervejinha com um churrasquinho, hahahaha.

Papai, te amo muito viu? É o senhor que me ensina que eu tenho que lutar e que sempre me falou. " Nunca confie em ninguém" e "O mundo é dos espertos" ao mesmo tempo que sempre me ensinou que pra se dar bem na vida não precisa se dar bem em cima dos outros, mas estudar e correr atrás.

Hoje nós tivemos um dia bem papai, né não? Depois de me levar pra comer tapioca de coco, fomos ter aula de direção, como sempre mal sucedida. Tadinho de papai, às vezes eu vejo que ele fica frustrado com a minha total falta de habilidade pra dirigir, fazer com que em 90% das saídas o carro morra, que cachorrinhos quase sejam atropelados e o pára choque seja destruído pelo meio-fio. Juro que vou tentar melhor, pai.
E não é só porque o senhor faz um um café muito gostoso ou é um sonhador, um Ariclenes (de TITITI) cheio de planos mirabolantes. É apenas porque eu te amo. Amo demais.

Beijos, da sua doutora preferida.



1996



2000
2007


Nenhum comentário:

Postar um comentário

14 de agosto de 2011

Daddy

Eu sei que é tarde, mas ainda assim é antes de meia noite, o que me dá o direito de dizer: FELIZ DIA DOS PAIS!

ê, que gracinha esses papais que são tão importantes pra nós, né não?

E estou aqui pra falar que eu amo muito muito muito mesmo esse paizão que eu tenho. Mesmo que ele me chame de gorda, diga que se eu beber muita água  terei meu estômago "delatado" e que diz que eu me visto como uma velha de 40 anos. Esse papai que acorda cedo pra tomar suco de tomate, se alongar e dizer que é natureba pra logo depois tomar café, comer queijo amarelo e quem sabe, no fim da tarde tomar aquela cervejinha com um churrasquinho, hahahaha.

Papai, te amo muito viu? É o senhor que me ensina que eu tenho que lutar e que sempre me falou. " Nunca confie em ninguém" e "O mundo é dos espertos" ao mesmo tempo que sempre me ensinou que pra se dar bem na vida não precisa se dar bem em cima dos outros, mas estudar e correr atrás.

Hoje nós tivemos um dia bem papai, né não? Depois de me levar pra comer tapioca de coco, fomos ter aula de direção, como sempre mal sucedida. Tadinho de papai, às vezes eu vejo que ele fica frustrado com a minha total falta de habilidade pra dirigir, fazer com que em 90% das saídas o carro morra, que cachorrinhos quase sejam atropelados e o pára choque seja destruído pelo meio-fio. Juro que vou tentar melhor, pai.
E não é só porque o senhor faz um um café muito gostoso ou é um sonhador, um Ariclenes (de TITITI) cheio de planos mirabolantes. É apenas porque eu te amo. Amo demais.

Beijos, da sua doutora preferida.



1996



2000
2007


Nenhum comentário:

Postar um comentário