17 de novembro de 2012

passando pela biblioteca

Daí que ontem eu fui na biblioteca de Niterói entregar "A Rainha da Fofoca" e aproveitei pra levar meu material de microbiologia e ficar estudando nas poltronas mais confortáveis do universo.

Primeiro leio um pouco, encontro Nicole, que é aluna do CPII e vestibulanda pra medicina, fico conversando por umas duas horas.  Estudo por 15 minutos, encontro Evelyn, uma amiga, e fico conversando por cerca de uma hora. No fim das contas não dá mais tempo de estudar e eu vou pegar um filme na videoteca. E na hora que eu entro na sala de vídeo pra escolher um filme um cara apoiado no balcão pergunta pro funcionário da biblioteca " E agora, onde vou arrumar alguém em São Paulo?". Ouço e fico quieta. Na mesma hora o cara olha pra mim e diz: "licença, vc tem algum parente em SP?".

Eu levanto a cabeça e respondo: "Tenho um primo de terceiro grau, por quê?" Isso mesmo, Luma, continua assim. Um dia um psicopata vai te oferecer pastilhas de menta envenenadas e vc aceita.

Então o cara vira pra mim e fala: "Preciso da sua ajuda."

Ufa, ainda bem que não era pra carregar drogas, ou um corpo, ou uma criancinha pra ser entregue a traficantes de órgãos. É só que o cara em questão é segurança do biblioteca (mas não estava em serviço no dia, por isso estava sem uniforme) e maratonista e vai correr na São Silvestre (é óbvio que eu não disse pra ele que eu odeio a São Silvestre, é um esporte chato que rouba minha Sessão da Tarde. Quero dizer, é o esporte dele, ao contrário de mim o cara tá praticando algum.) e precisa de alguém pra buscar o kit de participante dois dias antes da prova, e ele só vai pra Sampa  no dia 31 mesmo. Daí ele precisa encontrar alguém que busque o kit. Peguei o telefone do maratonista e falei que ia entrar em contato com Bruno, meu primo que mora em Mogi. Viu, primo, vc pode pegar o kit do candidato daqui de Nikity City e mandar pro Sedex ou entregar pra ele no dia, sei lá? Quero dizer, vai que ele ganha e daí a gente aparece no Fantástico depois? E daí vai ser mais uma coisa pro Brasil lembrar quando eu for linda, médica sem fronteira e princesa!

E por isso esse ano, pela primeira vez em 20 anos, eu quero assistir a São Silvestre.

Um comentário:

  1. Olá prima! Posso pegar o Kit pra ele sim, daqui pro centro de Sampa é menos que de São Gonçalo até a praça XV.

    Quem sabe ele realmente ganhe a São Silvestre e mande um Oi pra gente no fantástico, acho que isso me tornaria mais popular por aqui... rsrs...

    Até me interessei pela tal corrida e será uma boa assisti-la pela primeira vez háháhá...

    O Salatiel teve uma ideia, podemos sugerir que ele carregue durante o trajeto uma placa com os nossos nomes... Caso ele não ganhe, não aparecemos no Fantástico...Porém nossos nomes vão percorrer os 15km das Avenidas mais famosas de São Paulo.

    PS. Vamos torcer para que ele não passe despercebido pela multidão...











    ResponderExcluir

17 de novembro de 2012

passando pela biblioteca

Daí que ontem eu fui na biblioteca de Niterói entregar "A Rainha da Fofoca" e aproveitei pra levar meu material de microbiologia e ficar estudando nas poltronas mais confortáveis do universo.

Primeiro leio um pouco, encontro Nicole, que é aluna do CPII e vestibulanda pra medicina, fico conversando por umas duas horas.  Estudo por 15 minutos, encontro Evelyn, uma amiga, e fico conversando por cerca de uma hora. No fim das contas não dá mais tempo de estudar e eu vou pegar um filme na videoteca. E na hora que eu entro na sala de vídeo pra escolher um filme um cara apoiado no balcão pergunta pro funcionário da biblioteca " E agora, onde vou arrumar alguém em São Paulo?". Ouço e fico quieta. Na mesma hora o cara olha pra mim e diz: "licença, vc tem algum parente em SP?".

Eu levanto a cabeça e respondo: "Tenho um primo de terceiro grau, por quê?" Isso mesmo, Luma, continua assim. Um dia um psicopata vai te oferecer pastilhas de menta envenenadas e vc aceita.

Então o cara vira pra mim e fala: "Preciso da sua ajuda."

Ufa, ainda bem que não era pra carregar drogas, ou um corpo, ou uma criancinha pra ser entregue a traficantes de órgãos. É só que o cara em questão é segurança do biblioteca (mas não estava em serviço no dia, por isso estava sem uniforme) e maratonista e vai correr na São Silvestre (é óbvio que eu não disse pra ele que eu odeio a São Silvestre, é um esporte chato que rouba minha Sessão da Tarde. Quero dizer, é o esporte dele, ao contrário de mim o cara tá praticando algum.) e precisa de alguém pra buscar o kit de participante dois dias antes da prova, e ele só vai pra Sampa  no dia 31 mesmo. Daí ele precisa encontrar alguém que busque o kit. Peguei o telefone do maratonista e falei que ia entrar em contato com Bruno, meu primo que mora em Mogi. Viu, primo, vc pode pegar o kit do candidato daqui de Nikity City e mandar pro Sedex ou entregar pra ele no dia, sei lá? Quero dizer, vai que ele ganha e daí a gente aparece no Fantástico depois? E daí vai ser mais uma coisa pro Brasil lembrar quando eu for linda, médica sem fronteira e princesa!

E por isso esse ano, pela primeira vez em 20 anos, eu quero assistir a São Silvestre.

Um comentário:

  1. Olá prima! Posso pegar o Kit pra ele sim, daqui pro centro de Sampa é menos que de São Gonçalo até a praça XV.

    Quem sabe ele realmente ganhe a São Silvestre e mande um Oi pra gente no fantástico, acho que isso me tornaria mais popular por aqui... rsrs...

    Até me interessei pela tal corrida e será uma boa assisti-la pela primeira vez háháhá...

    O Salatiel teve uma ideia, podemos sugerir que ele carregue durante o trajeto uma placa com os nossos nomes... Caso ele não ganhe, não aparecemos no Fantástico...Porém nossos nomes vão percorrer os 15km das Avenidas mais famosas de São Paulo.

    PS. Vamos torcer para que ele não passe despercebido pela multidão...











    ResponderExcluir