3 de abril de 2010

CRÍTICA

Como vocês estão?
Espero que bem. Hoje vim aqui por dois motivos, ambos relacionados a comentários em posts que fiz. Vamos lá?

Comentário I.


Em 7 de janeiro de 2010, eu fiz um pequeno post comentando sobre um  livro que eu havia acabado de ler: O Futuro da Humanidade, de Augusto Cury. Nesse post eu falava sobre o que eu tinha achado do livro. Eu, inclusive, comentava sobre como a filosofia estava presente no livro, mesmo que eu não curta muito filosofar. Eu recebi o seguinte comentário anônimo essa semana:


"Fiquei um bom tempo me perguntando se deveria mesmo postar um comentário aqui. Será que meu comentário faria qualquer diferença depois de tanta bobagem. Enfim, não me contive! 
Como pode uma pessoa dizer que odeia filosofia mas amou esse livro?? Onde cabe na mesma critica "odiei essa parte" por ter filosofia, se o personagem em todo momento no livro leva seu interlocutor a pensar atraves da maieutica( utilizada pelo FILOSOFO Socrates em tempos remotos)?"

Eu acho que tenho o meu direito de resposta, né? Vamos lá. Eu posso estar errada, provável que eu esteja. Confesso que não sei muito Sobre filosofia, o pouco que sei foi o que aprendi na escola enquanto discutia com meu professor, com quem não me dava muito bem. Agora que você, caro anônimo, falou assim, decidi pesquisar um pouco mais sobre filosofia. 
Sempre achei as aulas de filosofia e o que a gente estudava muito chato, mas talvez, pesquisando melhor sobre a filosofia em si, eu possa mudar de idéia. 
Muito obrigada pela crítica, ela foi construtiva! E acredite, seu comentário fez bastante diferença pra mim. Eu penso em ser psiquiatra e acho que compreender bem a filosofia é fundamental. Valeu!
Só não sei por que seu comentário é anônimo. Gostaria de saber quem você é e te agradecer melhor por isso. Outra coisinha, talvez o que você acha que é bobagem só foi falta de informação pra mim. Não me julgue mal.

Comentário II
Em 18 de fevereiro de 2010 eu fiz um post sobre o quanto eu estava estressada naquele dia, em relação a minha falta de sorte. Como o fato de nunca ganhar nada. O post é Stress.
Ali, eu narrava o quanto eu estava chateada com o fato de ter um incrível má sorte.
Um outro anônimo foi lá e escreveu simplesmente:

"que blog chato!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"

Agora, a minha resposta. Cara, se meu blog é tão chato, como é que você foi comentar num post antigão? Sério mesmo. Porque esse comentário foi feito ontem, então se meu blog é chato, você teria duas opções:
a) sair da página na hora
b) comentar no post mais recente, falando sobre isso.
Eu acho que se você foi num post que eu fiz em 18 de fevereiro, doze posts atrás, é porque gostou de fuxicar meu cantinho, certo?
Bem, outra coisa: o nome do blog é "O que Luma pensa?", se você não reparou. E claro, é natural que nem todo mundo goste, afinal, nem Jesus agradou a todos. Então, se eu sou chata assim, não volta. Gaste o seu tempo fazendo algo mais útil. Vai estudar pra ser alguém na vida e dar orgulho a seus pais. Vai ler um livro. Vai fazer caridade. Sei lá, mas faça algo que te traga benefícios!! Não seja idiota de perder seu tempo, cara.
Então, vamos lá, porque você não disse seu nome? Comentários anônimos assim parece coisa de crianças de nove anos que passam trote.


Por enquanto, isso é tudo pessoal. Queria fazer um post sobre Semana Santa hoje, mas eu quis gastar o meu auto-limite de um post diário para isso. Vocês perceberam as diferenças que existem entre as críticas? Elas podem ser construtivas, como no caso I. Ou podem ser insignificantes, no caso II. Vivendo e aprendendo.
Beeeijos

P.S.: não, eu não vou ficar moderando os comentários. Acredito na liberdade de expressão. E agradeço idéias e críticas construtivas.

3 comentários:

  1. Arrasou na postagem, Luma!
    Não sei porque essas pessoas não mostram a cara. Se é pra fazer uma crítica, que coloque o nome né?

    ResponderExcluir
  2. (ps. meeu bem, seu template tá uma graciinha *-* mas dá uma olhada na formatação do nome, tipo, eu não sei se é de propósito, mas tá escrito "O que Luma pensa?" duas vezes.)

    beeeeijao

    ResponderExcluir

3 de abril de 2010

CRÍTICA

Como vocês estão?
Espero que bem. Hoje vim aqui por dois motivos, ambos relacionados a comentários em posts que fiz. Vamos lá?

Comentário I.


Em 7 de janeiro de 2010, eu fiz um pequeno post comentando sobre um  livro que eu havia acabado de ler: O Futuro da Humanidade, de Augusto Cury. Nesse post eu falava sobre o que eu tinha achado do livro. Eu, inclusive, comentava sobre como a filosofia estava presente no livro, mesmo que eu não curta muito filosofar. Eu recebi o seguinte comentário anônimo essa semana:


"Fiquei um bom tempo me perguntando se deveria mesmo postar um comentário aqui. Será que meu comentário faria qualquer diferença depois de tanta bobagem. Enfim, não me contive! 
Como pode uma pessoa dizer que odeia filosofia mas amou esse livro?? Onde cabe na mesma critica "odiei essa parte" por ter filosofia, se o personagem em todo momento no livro leva seu interlocutor a pensar atraves da maieutica( utilizada pelo FILOSOFO Socrates em tempos remotos)?"

Eu acho que tenho o meu direito de resposta, né? Vamos lá. Eu posso estar errada, provável que eu esteja. Confesso que não sei muito Sobre filosofia, o pouco que sei foi o que aprendi na escola enquanto discutia com meu professor, com quem não me dava muito bem. Agora que você, caro anônimo, falou assim, decidi pesquisar um pouco mais sobre filosofia. 
Sempre achei as aulas de filosofia e o que a gente estudava muito chato, mas talvez, pesquisando melhor sobre a filosofia em si, eu possa mudar de idéia. 
Muito obrigada pela crítica, ela foi construtiva! E acredite, seu comentário fez bastante diferença pra mim. Eu penso em ser psiquiatra e acho que compreender bem a filosofia é fundamental. Valeu!
Só não sei por que seu comentário é anônimo. Gostaria de saber quem você é e te agradecer melhor por isso. Outra coisinha, talvez o que você acha que é bobagem só foi falta de informação pra mim. Não me julgue mal.

Comentário II
Em 18 de fevereiro de 2010 eu fiz um post sobre o quanto eu estava estressada naquele dia, em relação a minha falta de sorte. Como o fato de nunca ganhar nada. O post é Stress.
Ali, eu narrava o quanto eu estava chateada com o fato de ter um incrível má sorte.
Um outro anônimo foi lá e escreveu simplesmente:

"que blog chato!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"

Agora, a minha resposta. Cara, se meu blog é tão chato, como é que você foi comentar num post antigão? Sério mesmo. Porque esse comentário foi feito ontem, então se meu blog é chato, você teria duas opções:
a) sair da página na hora
b) comentar no post mais recente, falando sobre isso.
Eu acho que se você foi num post que eu fiz em 18 de fevereiro, doze posts atrás, é porque gostou de fuxicar meu cantinho, certo?
Bem, outra coisa: o nome do blog é "O que Luma pensa?", se você não reparou. E claro, é natural que nem todo mundo goste, afinal, nem Jesus agradou a todos. Então, se eu sou chata assim, não volta. Gaste o seu tempo fazendo algo mais útil. Vai estudar pra ser alguém na vida e dar orgulho a seus pais. Vai ler um livro. Vai fazer caridade. Sei lá, mas faça algo que te traga benefícios!! Não seja idiota de perder seu tempo, cara.
Então, vamos lá, porque você não disse seu nome? Comentários anônimos assim parece coisa de crianças de nove anos que passam trote.


Por enquanto, isso é tudo pessoal. Queria fazer um post sobre Semana Santa hoje, mas eu quis gastar o meu auto-limite de um post diário para isso. Vocês perceberam as diferenças que existem entre as críticas? Elas podem ser construtivas, como no caso I. Ou podem ser insignificantes, no caso II. Vivendo e aprendendo.
Beeeijos

P.S.: não, eu não vou ficar moderando os comentários. Acredito na liberdade de expressão. E agradeço idéias e críticas construtivas.

3 comentários:

  1. Arrasou na postagem, Luma!
    Não sei porque essas pessoas não mostram a cara. Se é pra fazer uma crítica, que coloque o nome né?

    ResponderExcluir
  2. (ps. meeu bem, seu template tá uma graciinha *-* mas dá uma olhada na formatação do nome, tipo, eu não sei se é de propósito, mas tá escrito "O que Luma pensa?" duas vezes.)

    beeeeijao

    ResponderExcluir