29 de janeiro de 2010

Pequena viagem improvisada


Oi gente!!!
Adivinham o que eu estou fazendo?
Estou em uma lan house de cinco computadores numa cidade de 90 mil habitantes e a 100 km da capital.
Estou em Cachoeiras de Macacu, cidade da minha mãe, hospedada na casa da minha tia. Lá não tem computador, mas eu sou a Super Luma e estou na pequena lan que tem perto da casa dela. Pra vcs verem como eu gosto de vocês: são nove da noite e eu poderia estar vagabundando pelo orkut ou assistindo Gossip Girl(é, eu estou assistindo – para quem viu Rebelde: o Dan não parece com o Miguel? Eu acho!), mas não: estou aqui, porque eu amo vocês!

A Carol de Uberlândia me mandou um scrap avisando que não tava conseguindo comentar e talz.. Bem, tentei mudar algumas configurações... Se vocês não conseguirem comentar, mandem um e-mail pra mim (luma_beatryz@yahoo.com.br), avisando que não estão conseguindo, ok? Ou um scrap pro orkut, como a Carol, é só clicar na imagem "orkut" ao lado que vocÊ acha meu perfil, tá? Se quiser me adicionar, basta me explicar quem você é, que me conheceu no blog e tal, que eu aceito, viu?

Vamos lá, aqui, além de estar sem internet, minha cama, meu PC, minha geladeira, estou sem biquíni e sem poder tomar banho de rio, cachoeira e piscina. O que me resta? Ficar olhando meu irmão de 12 anos e minhas primas de 11 e 6 anos se divertirem e se refrescarem enquanto eu torro feito um frango de padaria embaixo da barraca. Hoje, enquanto estávamos numa piscina natural ( entendam , eles tomam banho e eu fico só olhando e tomando Pepsi - não me culpem, lá não vendia Mineirinho, o que é produzido na minha cidade), eu estava pensando que parecia o tal frango de padaria quando um cachorro surgiu do nada e ficou me olhando. Pronto, agora era um cão vira-lata olhando o frango de padaria. Chegou a dar vontade de cair na água de short e camiseta mesmo. Só pra salvar a honra, sabe como é. Mas tomei mais um gole da Pepsi, lembrei que tinha feito chapinha e passou.

Ah, deixem-me explicar como vim parar aqui.

Terça-feira a noite:
Eu e mamãe estávamos assistindo a um cara que foi mordido por um rato de esgoto numa enchente em E24(programa que eu amo), quando surgiu o assunto de vir pra cá, afinal a família de mamãe é daqui. A gente já tava planejando vir, mas aí tivemos o decreto que viríamos. O plano era vir pra cá na quarta de manhã e voltar na quinta de manhã. Preparei uma bolsa apenas com um short, uma camiseta, duas calcinhas, um top e um pijama. Mas como podem ver, estou aqui até agora, sexta à noite. Estou tendo que fazer revezamento de roupa, lavando, secando e usando. Uma doideira. Gente!

Ah, e estou me divertindo muito com as minhas primas também. Como duas irmãs, elas sempre discutem. Olha a conversa que nós tivemos às duas da manhã de quinta-feira:

Luma (eu, 17 anos): Tamires, vamos brincar de Bom Dia e Cia?

Tamires (prima caçula, 6 anos) : Vamos, vamos!
Obs.: ela é elétrica e quer ser famosa. E tem talento pra isso!

Tamires: Allow!

Luma: Alô!

Tamires: Quem fala?

Luma: Aqui é a Luma.

Tamires: Luma, quantos anos você tem?

Luma: Dezessete.

Lívia(prima mais velha, 11): Não pode, Luma. Só pode até 12.

Luma: Tá bom, Lívia. – me virei para Tamires – Eu tenho....8 anos!

Tamires: De onde vc fala?

Luma: De Cachoeiras de Macacu, Rio de Janeiro.

Tamires: Ah, Rio de Janeiro...
Ela fez a carinha da Maísa.

Tamires: Luma, o que você quer do Playstation?

Luma: Mas, Tamires, é a “roda”, não “Playstation’.

Lívia: Nada a ver, é a ‘roleta’.

Tamires: É Playstation. E eu to certa.

Minha mãe: Tamires, é a roleta.

Tamires: EU TÔ CERTA!

Luma (já cheia de ganância): Vamos apostar cinco reais?

Tamires:  Como, se eu não tenho cinco reais?
Minha mãe: Faz o seguinte. Se Lívia estiver certa, Tamires fica cinco dias sem implicar com Lívia.
Lívia : Não. Eu quero um ano de paz. Pensando bem, quero uns sessenta anos. Tudo bem que a gente nem vai mais morar junta, mas só por garantia.
Tamires: Então eu não vou apostar!

Gente, como as duas horas que eu paguei por 3,00, foi 1,50 cada estão acabando, paro por aqui. Chegando em casa, posto mais. Mil beijos!

P.S.: Gente, o resultado do ENEM saiu. Eu pensei que tinha me ferrado, mas descobri que, como todo mundo se ferrou também, estou com nota boa! Sem querer me gabar, mas já me gabando, olha só:
Linguagens: 675.6
Matemática: 754.9
Humanas: 712.6
Ciencias da natureza: 739.8
Redação: 750.0
Mas como quero ser médica, tenho que estudar muito mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

29 de janeiro de 2010

Pequena viagem improvisada


Oi gente!!!
Adivinham o que eu estou fazendo?
Estou em uma lan house de cinco computadores numa cidade de 90 mil habitantes e a 100 km da capital.
Estou em Cachoeiras de Macacu, cidade da minha mãe, hospedada na casa da minha tia. Lá não tem computador, mas eu sou a Super Luma e estou na pequena lan que tem perto da casa dela. Pra vcs verem como eu gosto de vocês: são nove da noite e eu poderia estar vagabundando pelo orkut ou assistindo Gossip Girl(é, eu estou assistindo – para quem viu Rebelde: o Dan não parece com o Miguel? Eu acho!), mas não: estou aqui, porque eu amo vocês!

A Carol de Uberlândia me mandou um scrap avisando que não tava conseguindo comentar e talz.. Bem, tentei mudar algumas configurações... Se vocês não conseguirem comentar, mandem um e-mail pra mim (luma_beatryz@yahoo.com.br), avisando que não estão conseguindo, ok? Ou um scrap pro orkut, como a Carol, é só clicar na imagem "orkut" ao lado que vocÊ acha meu perfil, tá? Se quiser me adicionar, basta me explicar quem você é, que me conheceu no blog e tal, que eu aceito, viu?

Vamos lá, aqui, além de estar sem internet, minha cama, meu PC, minha geladeira, estou sem biquíni e sem poder tomar banho de rio, cachoeira e piscina. O que me resta? Ficar olhando meu irmão de 12 anos e minhas primas de 11 e 6 anos se divertirem e se refrescarem enquanto eu torro feito um frango de padaria embaixo da barraca. Hoje, enquanto estávamos numa piscina natural ( entendam , eles tomam banho e eu fico só olhando e tomando Pepsi - não me culpem, lá não vendia Mineirinho, o que é produzido na minha cidade), eu estava pensando que parecia o tal frango de padaria quando um cachorro surgiu do nada e ficou me olhando. Pronto, agora era um cão vira-lata olhando o frango de padaria. Chegou a dar vontade de cair na água de short e camiseta mesmo. Só pra salvar a honra, sabe como é. Mas tomei mais um gole da Pepsi, lembrei que tinha feito chapinha e passou.

Ah, deixem-me explicar como vim parar aqui.

Terça-feira a noite:
Eu e mamãe estávamos assistindo a um cara que foi mordido por um rato de esgoto numa enchente em E24(programa que eu amo), quando surgiu o assunto de vir pra cá, afinal a família de mamãe é daqui. A gente já tava planejando vir, mas aí tivemos o decreto que viríamos. O plano era vir pra cá na quarta de manhã e voltar na quinta de manhã. Preparei uma bolsa apenas com um short, uma camiseta, duas calcinhas, um top e um pijama. Mas como podem ver, estou aqui até agora, sexta à noite. Estou tendo que fazer revezamento de roupa, lavando, secando e usando. Uma doideira. Gente!

Ah, e estou me divertindo muito com as minhas primas também. Como duas irmãs, elas sempre discutem. Olha a conversa que nós tivemos às duas da manhã de quinta-feira:

Luma (eu, 17 anos): Tamires, vamos brincar de Bom Dia e Cia?

Tamires (prima caçula, 6 anos) : Vamos, vamos!
Obs.: ela é elétrica e quer ser famosa. E tem talento pra isso!

Tamires: Allow!

Luma: Alô!

Tamires: Quem fala?

Luma: Aqui é a Luma.

Tamires: Luma, quantos anos você tem?

Luma: Dezessete.

Lívia(prima mais velha, 11): Não pode, Luma. Só pode até 12.

Luma: Tá bom, Lívia. – me virei para Tamires – Eu tenho....8 anos!

Tamires: De onde vc fala?

Luma: De Cachoeiras de Macacu, Rio de Janeiro.

Tamires: Ah, Rio de Janeiro...
Ela fez a carinha da Maísa.

Tamires: Luma, o que você quer do Playstation?

Luma: Mas, Tamires, é a “roda”, não “Playstation’.

Lívia: Nada a ver, é a ‘roleta’.

Tamires: É Playstation. E eu to certa.

Minha mãe: Tamires, é a roleta.

Tamires: EU TÔ CERTA!

Luma (já cheia de ganância): Vamos apostar cinco reais?

Tamires:  Como, se eu não tenho cinco reais?
Minha mãe: Faz o seguinte. Se Lívia estiver certa, Tamires fica cinco dias sem implicar com Lívia.
Lívia : Não. Eu quero um ano de paz. Pensando bem, quero uns sessenta anos. Tudo bem que a gente nem vai mais morar junta, mas só por garantia.
Tamires: Então eu não vou apostar!

Gente, como as duas horas que eu paguei por 3,00, foi 1,50 cada estão acabando, paro por aqui. Chegando em casa, posto mais. Mil beijos!

P.S.: Gente, o resultado do ENEM saiu. Eu pensei que tinha me ferrado, mas descobri que, como todo mundo se ferrou também, estou com nota boa! Sem querer me gabar, mas já me gabando, olha só:
Linguagens: 675.6
Matemática: 754.9
Humanas: 712.6
Ciencias da natureza: 739.8
Redação: 750.0
Mas como quero ser médica, tenho que estudar muito mais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário